Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas.

Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

X

GH: Aprenda tudo sobre o Hormônio do Crescimento!

Conheça o tudo sobre o GH, hormônio do crescimento, e saiba como ele pode influenciar no aumento de massa muscular e perda de gordura.

hormonio-crescimento-thumb

>>> Leia este artigo no site original.

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto da Growth Logo Growth Botão de Compra

GH, hormônio do crescimento, somatropina, entre outros nomes. Essas são algumas das principais menções de um dos hormônios mais importantes no corpo humano. Um poderoso hormônio peptídico responsável por inúmeros fatores fisiológicos relacionados ao crescimento, seja de tecidos moles como os músculos, ou mesmo de tecidos duros, como os ossos. E tenho certeza que você já deve ter ouvido falar nele ou mesmo já tenha pesquisado a respeito. Provavelmente, já deve ter ouvido falar nos usos e abusos deste hormônio, seja por pessoas comuns ou mesmo por astros de Hollywood ou esportistas de diversas modalidades, especialmente fisiculturistas.

Além de ser um hormônio naturalmente presente e produzido no corpo humano, o GH também é um hormônio que pode ser obtido de maneira sintética (laboratorial), para fins que seriam apenas clínicos, caso ele não tivesse os efeitos relacionados com a performance e com a estética, como de fato tem.

Porém, quando falamos no uso do GH, muitas são as dúvidas que circulam as pessoas, assim como, muitas são as incertezas frente a complexidade que envolve este assunto. Portanto, neste artigo, traremos um esclarecimento completo sobre este hormônio, protocolos os quais possam ser utilizados de maneira eficiente e segura, alguns pontos essenciais para o entendimento de alguns porquês a respeito do famoso hormônio do crescimento.

O que ele é? Como ele é produzido? Quais são suas principais ações fisiológicas? Como ele pode ser usado pelo corpo, quando produzido de maneira endógena (interna) ou mesmo quando consumido de maneira exógena (externa)? Ele pode apresentar efeitos colaterais? Seu uso é realmente seguro como alguns costumam mencionar? Essas e outras inúmeras questões irão ser respondidas aqui, portanto, que tal prosseguirmos?

O que é o GH?

A somatropina, popularmente conhecida como GH, ou hGH, é produzido no centro do cérebro, especificamente na parte posterior da glândula pituitária por células conhecidas como somatrotofos.

Composto por 191 aminoácidos precisamente ligados entre si, o GH é um hormônio de ação fisiológica natural no corpo, ou seja, que necessita exercer suas funções adequadamente para que algumas ações ocorram. Ele, como todo hormônio, serve como um “braço do sistema nervoso central”, promovendo a sinalização de que ações específicas em tecidos específicos (que possuem receptores do hormônio em questão) devam ocorrer.

O GH é um hormônio altamente delicado e é um hormônio também envolvido com processos essenciais de crescimento, e isso explica a crescente nos níveis de GH em crianças e em adolescentes, sendo que essas quantidades tendem a ser ligeiramente reduzidas com o passar dos anos, mas o hormônio não deixa de ser produzido, isso também explica o porque idosos tem algumas partes do corpo relativamente grandes como as pontas dos dedos, orelhas ou a ponta do nariz.

Funcionamento do Hormônio do Crescimento - GH

O GH pode ser regulado tanto para mais quanto para menos por alguns fatores no corpo. Entre os fatores os quais podem elevar o GH estão a necessidade de crescimento, as atividades físicas (especialmente em alta intensidade), o consumo proteico adequado entre outros.

Já os fatores que contrarregulam, ou seja, reduzem os níveis do GH, são a insulina, um hormônio também peptídico, hiperglicemias e etc. É óbvio que não são apenas eventos fisiológicos que estão relacionados com o controle na produção e secreção do hormônio do crescimento, mas o principal fator endógeno deve-se ao hipotálamo, com produção ou com a inibição na produção de hormônios como o GHRH, que são responsáveis por estimular a glândula pituitária em sua produção.

O GH, como mencionado, é produzido pelo corpo humano e esses mecanismos são bem regulados. Entretanto, alguns indivíduos podem apresentar algum tipo de disfunção nos níveis de GH, seja em sua produção ou em seu aproveitamento, devido a problemas em receptores celulares. Pessoas as quais apresentam níveis elevados de GH, podem ter tecidos do corpo aumentados demais, como os ossos (causando o gigantismo, por exemplo), tecidos moles como o coração e outros órgãos. Já níveis baixos de GH podem trazer déficit no crescimento ósseo ou mesmo muscular (causando o nanismo, por exemplo) entre outras disfunções metabólicas, como hipoglicemias e etc.

Devido a problemas relacionados com déficits de GH é que o mesmo passou a ser sintetizado em laboratórios, a fim de que ele pudesse ser usado de maneira exógena (externa), fazendo então com que se tornasse possível sanar esses déficits naturalmente existentes. Antes de 1985, o GH era obtido através de cadáveres, mas depois deste período, conseguiu-se sintetizar o GH em laboratório.

Entretanto, diante da produção exógena de GH, também percebeu-se que o mesmo possuía efeitos os quais pudessem ser benéficos a esportistas e/ou mesmo pessoas que buscavam melhoras estéticas. Isso porque, o GH, também tem alguns efeitos extras aos já mencionados, como o estímulo à lipólise, o estimulo ao aumento da massa muscular e da força, entre outros. Sendo assim, obviamente sua criação exógena fez com que rapidamente ele adentrasse ao mundo dos esportes e é justamente isso que resultou nos inúmeros questionamentos que existem hoje.

Fatores que estimulam e inibem a produção de GH

Entre os fatores estimulantes, podemos citar:

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto da Growth Logo Growth Botão de Compra

Já entre os fatores contrarreguladores (que inibem a produção) de GH estão:

O GH e seu uso no esporte e na estética

Diante da percepção de que importantes hormônios podem auxiliar na performance do ser humano, ou mesmo em sua estética, não é mais incomum vermos pessoas as quais utilizam estes hormônios com tais objetivos. Infelizmente, como tudo que está em excesso no corpo, podem ocorrer efeitos colaterais que, nada mais são do que formas de defesa do corpo ou mesmo resultados negativos por excessos os quais não são queridos frente ao seu uso. E é justamente a isso que temos de nos atentar.

GH em pó

O GH possui efeitos lipolíticos, ou seja, ele estimula a queima de gordura corpórea, sendo que este é o único hormônio capaz de não tão somente desidratar as células adiposas, mas que possui a capacidade de destruí-la. Isso é o que, de fato, promove a redução verdadeira de gordura corpórea. Além disso, por sua altíssima capacidade em aumentar a síntese proteica e aumentar tecidos moles, ele também estimula o aumento da massa muscular, ainda mais considerando que ele também estimula os chamados fatores de crescimento, que também tem essa função, tal qual o IGF-1, também muito conhecido.

As preparações médicas de GH são feitas através de um pó branco muito sensível o qual é normalmente diluído em água bacteriostática e injetado, seja por meio intramuscular ou por vias subcutâneas, com diferentes técnicas de aplicações. Normalmente, alguns usuários recomendam que se alterne os locais de aplicações a fim de que não sejam gerados “buracos”, devido ao efeito lipolítico do GH.

Essas aplicações são feitas normalmente em períodos onde o corpo está em hipoglicemia, como antes da primeira refeição e após o treinamento, lembrando que, a hiperglicemia inibe o GH e, ele por si só tem uma meia vida relativamente curta, sendo necessário aproveitar o máximo dele no curto período de ação.

O GH pode ser combinado com outras drogas (e normalmente é) como peptídeos diversos, incluindo a insulina e, claro, drogas esteroides.

Benefícios do GH

Entre os benefícios obtidos com o uso do GH estão:

É interessante, entretanto, observar que o GH é um hormônio cuja a ação é percebida em longos períodos de uso, diferente de outras drogas. Isso faz com que ele, por seu valor relativamente alto, não seja uma boa opção em termos de custo X benefício para a maioria das pessoas.

A interação do GH com outras substâncias

O GH pode ser combinado praticamente com qualquer outro hormônio esteroide em diferentes ciclos (nandrolona, testosterona, trembolona, dianabol, primobolan, masteron, stanozolol etc). No bulking, ele auxiliará no aumento da massa muscular, pode auxiliar na melhora do balanço nitrogenado positivo e mesmo na saúde óssea. Já no cutting, auxiliará não somente na manutenção da massa muscular, mas na queima de gorduras também.

Porém, entre as combinações mais atuais e mais utilizadas, especialmente no mundo underground do fisiculturismo profissional, está com diferentes outros peptídeos como os IGFs, o Sermorelin, o IRL-3, entre outros. Esses peptídeos podem ter funções potencializadoras do GH ou auxiliarem em uma maior síntese e liberação deste hormônio em momentos específicos. Além disso, a própria insulina é um dos hormônios mais utilizados concomitantemente ao GH, uma vez que ela auxiliará a aumentar os níveis de IGF-1 que possuem ação sinérgica com o GH.

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto Logo Growth Botão de Compra

Muito se fala da combinação de insulina com GH, sendo a “fórmula mágica”, especialmente após a febre que houve com o GH15. Sabemos que essa combinação é eficiente e é sim utilizada. Porém, ela não é, em hipótese alguma, milagrosa como mencionado e nem será a responsável por seus resultados expressivos. Muitos acreditam que o GH é o hormônio que permite você comer de tudo sem engordar, ganhar grandes quantidades de massa muscular etc. Porém, essa é uma falsa realidade. Assim como qualquer outra droga, o GH pode ser eficiente e ser um coadjuvante a pessoas que buscam o alto rendimento, mas sem disciplina, dieta correta, treino correto, descanso adequado e todos os protocolos básicos para se ter bons resultados, fica impossível conseguir êxito. Além disso, estes usos exagerados podem promover efeitos colaterais gravíssimos, especialmente no que tange a insulina. Problemas ligados a hipoglicemias, que podem levar facilmente o indivíduo à morte.

Portanto protocolos de GH são muito mais complexos do que a maioria dos indivíduos pensa ser e, necessariamente, tentar algum deles sem estar devidamente instruído, será perda de dinheiro, de tempo e de saúde.

Ciclo de GH: Como tomar!

O ciclo de GH é um ciclo caro (em questão de valores, $$) e que precisa de muito tempo para se ver resultados. Geralmente é um ciclo que pode levar, no minimo 03~06 meses para se ver algum resultado. Por isso, esteja ciente de que se for entrar neste ciclo, você precisará ter dinheiro o suficiente para mantê-lo.

As aplicações são diárias, ou seja, todos os dias. Por isso é importante que você saiba se auto-aplicar ou que você tenha alguém que possa fazer isso para você diariamente. As injeções devem ser aplicadas antes de dormir, por via subcutânea, preferencialmente nas coxas, braços, abdômen ou glúteos.

A dosagem natural de produção de GH do corpo, gira em torno de 0.5ui e 1.5ui… O ciclo com 4ui, geralmente, é o mais indicado para trazer benefícios e minimizar os efeitos colaterais.

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto da Growth Logo Growth Botão de Compra

O GH possui efeitos colaterais?

Você deve estar lendo até aqui e se maravilhando com os benefícios os quais o hormônio do crescimento pode trazer para você. Inclusive, muitas pessoas costumam dizer que o GH é um hormônio seguro e que não traz efeitos colaterais, mas ISSO É MENTIRA!

O GH, como quaisquer outras drogas, sejam elas anabólicas ou não, TRAZ EFEITOS COLATERAIS SE SUAS QUANTIDADES ESTIVEREM ALÉM DAS QUANTIDADES NORMAIS DO CORPO. Se até mesmo a água em excesso faz mal, o que dirá uma substância sintética?

Entre os efeitos colaterais mais conhecidos do GH estão:

É importante considerarmos ainda que, o GH é um hormônio hiperplásico, ou seja, ele faz com que células satélite sejam ativadas em determinado (s) tecido (s) no corpo. Eventualmente, caso você tenha alguma célula danosa, ela poderá se multiplicar e, com isso, comprometer a função de um tecido. Sendo assim, uma pessoa que, teoricamente não iria desenvolver um problema como o câncer, mesmo tendo um pequeno número de células defeituosas, poderá assim desenvolver a doença de maneira mais fácil.

O GH também é um produto hoje dificilmente encontrado com segurança no mercado, seja pela origem de sua matéria prima ou seja pela forma a qual ele é transportado. No primeiro caso, não precisamos nem citar o quanto há de falsificações a fim de que pequenos grupos de pessoas tomem vantagem sob outras. Porém, o segundo caso é bastante relevante, inclusive com produtos originais, é a forma de armazenamento e transporte do mesmo. Como mencionado, o GH é altamente sensível sob temperaturas, pressões ou mesmo sobre impactos (e é por isso que não se deve chacoalhar o frasco após a diluição). Sendo assim, este produto necessita ser armazenado sob refrigeração, necessita de cuidados no transporte. E, você acredita que sais vindos de maneira ilegal do outro lado do mundo (Especialmente considerando que boa parte dos produtos vem da China) são realmente eficientes? Algo a se pensar…

Por fim, existem ainda riscos na aplicação do GH, como quaisquer outros hormônios. Pessoas as quais não promovem uma assepsia adequada para a prevenção de infecções e outros problemas, podem ter sérias complicações. Além disso, a forma de aplicação é essencial: Jamais deve-se utilizar o produto em veias e artérias, pois isso muito provavelmente levará o indivíduo à morte em poucos minutos.

GH X Esteroides: Qual deles é menos prejudicial ao corpo?

Ampolas de GH

Traçando um paralelo entre os esteroides, eles são hormônios os quais podem inibir o eixo HTP, podem aumentar a pressão arterial, podem aumentar a retenção hídrica no indivíduo e são hormônios os quais agem no núcleo celular (acelerando alguns processos). Este último fator faz com que caso haja síntese errada de proteínas (devido, especialmente a aceleração excessiva) ocorra algum tipo de modificação naquele tecido o qual possa resultar em alguma doença.

Os esteroides são substâncias muitas vezes ilegais, pois nem todos os esteroides foram sintetizados para serem usados em fins clínicos. Assim, muitos deles fogem as legislações que podem variar de país para país.

Já o GH é um hormônio para humanos, porém usado ilegalmente nos esportes (tanto em termos de obtenção quanto de dopping). O GH, apesar de ser encontrado em farmácias, normalmente é adquirido, quando para fins esportivos, com laboratórios clandestinos ou por meio de contrabandos.

Os efeitos colaterais do GH são os mencionados anteriormente e você NÃO ESTÁ LIVRE de efeitos colaterais. Ainda, da mesma forma que os esteroides podem inibir o eixo HTP, o GH também pode trazer inibições na produção e secreção natural dele, afinal, não há porque seu corpo produzir e/ou secretar algo que já está em excesso no corpo.

Portanto, não é possível dizer que o GH seja mais seguro do que esteroides anabolizantes, pelo contrário, frente ao custo X benefício da substância, as dosagens e ao tempo de exposição à mesma.

GH e mulheres

Não tão somente os homens hoje em dia são grandes usuários do hormônio do crescimento, mas as mulheres também. A maioria dos esteroides anabolizantes estão ligados com processos de virilização nas mulheres, o que não ocorre necessariamente com o uso do GH. Todavia, apesar de ter essa vantagem, o GH pode trazer todos os outros efeitos colaterais mencionados, sendo assim também uma substância perigosa.

Normalmente, mulheres conseguem resultados com cerca de 0,5-2UI por dia, sendo que 1UI já seria suficiente. Quando comparados com homens que, inicialmente precisam quase do dobro disso, pode-se dizer que a quantidade usada pelas mulheres é relativamente baixa.

Portanto sim, GH pode ser utilizado por mulheres, sabendo que os colaterais mencionados podem acontecer, tanto para homens, quanto para mulheres.

Valeria a pena então, usar o GH?

Diante dos aspectos mencionados, o GH pode ser uma opção muito atraente, mas, ao meu ver, para a maioria das pessoas ele é não somente um grande desperdício de dinheiro, mas uma besteira para com a saúde.

Isso porque, além de ter de ser usado em doses relativamente altas e por longos períodos (o que envolveria um custo médio de 2-5 mil reais/mês durante pelo menos 6 meses… SIM, PELO MENOS!), ele também é um hormônio cujo muitos não relatam sucesso ou eficiência em seu uso. Devido as inúmeras possibilidades de uso, mas poucas comprovações de quais são as melhores formas, muitos indivíduos acabam fazendo testes para conhecer a substância.

Portanto, a grosso modo, a decisão será sua, mas não vejo como uma boa opção frente aos fatores mencionados.

Formas de aumentar o GH naturalmente

Como o GH é um hormônio produzido pelo próprio corpo, existem algumas “formas” de aumentar esse hormônio naturalmente. Porém, sempre devemos saber que aumentar qualquer hormônio naturalmente, significa que vamos aumentar a produção dele ao máximo que o corpo precisa. Isso não quer dizer que vai aumentar de forma desenfreada e chegar a ser um esteroide natural. O que você vai fazer é melhorar essa produção, apenas.

Treinos em alta intensidade: o GH tem a sua secreção aumentada durante os treinos de alta intensidade. Portanto foque neles, que você verá melhores resultados de GH em seu corpo.

Sono de Qualidade: o sono é o momento mais propicio para a produção de GH, portanto esse é um ponto que você deve melhorar, caso queira melhorar a sua produção de GH naturalmente. Tenha pelo menos 08 horas de sono diário, com boa profundidade de sono, entrando pelo menos no estágio 4 de sono, se possível até o REM.

Evite Carboidratos Simples: Os carboidratos simples podem trazer picos de insulina ao corpo e isso pode fazer com que a sua secreção de GH diminua. Portanto evite esses picos de insulina.

Melhore a produção de vitamina D: A vitamina D é uma grande aliada na produção de testosterona, um grande hormônio anabólico, e também ajuda na produção de GH. Portanto melhorar a produção de vitamina D pode ajudar na melhora da produção de GH.

Uma boa dica também é buscar substâncias que são secretagogas, que são substâncias que fornecem nutrientes para uma melhor produção do GH. Entre elas, podemos citar: arginina, glutamina, glicina e BCAAs, a OKG (ornitina alfa-cetoglutarato), o magnésio, zinco, cromo e iodo, e as vitaminas A, B5, B12 e ácido fólico.

Vídeo sobre o GH

Abaixo vou deixar um vídeo sobre o GH, para aqueles que não gostam muito de ler. O vídeo fala sobre os pontos mais importantes, porém não fala tudo o que escrevi no artigo.

O vídeo não é de nosso site, foi pegado no Youtube. Em breve vamos fazer um vídeo nosso sobre o GH e levaremos em consideração todos os pontos do artigo.

[sociallocker]

[/sociallocker]

Conclusão:

Sendo um dos hormônios mais usados e conhecidos da atualidade, o GH, ou hormônio do crescimento, merece atenção em alguns pontos fundamentais como suas formas de ação, seus efeitos primários e efeitos colaterais também. Porém, vale a pena sempre considerar também, o custo X benefício de sua utilização bem como, caso ela seja feita, com qual finalidade for, o acompanhamento profissional sempre será INDISPENSÁVEL.

Bons treinos!

LEIA TAMBÉM:

Seta para ChamadaVEJA: Como Utilizar Anabolizantes de Forma Correta e Segura e Aumentar Sua Massa Muscular em Poucas Semanas

Seta para ChamadaOBTENHA: Treinos, Dieta e Protocolos de Suplementação Prontos para Serem Usados e Colocados em Prática: Um Guia Completo Para Hipertrofia!

Seta para ChamadaCONHEÇA: O Pré-Treino Que Vai Mudar Sua Forma de Treinar: +ENERGIA, +FORÇA, +RESISTÊNCIA, +FOCO e +MÚSCULOS!

Seta para ChamadaBAIXE DE GRAÇA: Livro Digital com 20 Receitas Fitness e Saborosas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura!

>>> Leia este artigo no site original.

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto Logo Growth Botão de Compra

Artigos Relacionados

Suplementos em Promoção

Receba mais artigos

Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas.

Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

Deixe o seu comentário!