Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas.

Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

X

Conheça os Maiores Erros Cometidos por Mulheres na Musculação

Aprenda quais são os maiores erros que as mulheres praticantes de musculação costumam cometer e saiba como corrigi-los, para otimizar seus resultados.

erros-cometidos-por-mulheres-musculacao

>>> Leia este artigo no site original.


Muito tem se dito sobre erros cometidos por homens na musculação… Mas a muito tempo a crescente das academias não são mais os homens. Pode-se notar que cada dia mais mulheres se matriculam nas academias em todo o Brasil… E será que os erros que as mulheres cometem são os mesmos erros que os homens?

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto da Growth Logo Growth Botão de Compra

Apesar dessa escolha, mulheres sofreram muito preconceito no passado e, infelizmente ainda sofrem. Isso porque, hoje é possível observar uma aceitação muito maior da prática de musculação por mulheres e, acima disso, é possível observar até mesmo o incentivo, visto que cada vez mais elas conseguem corpos realmente estruturais com essa modalidade.

Grande parte do preconceito para com a prática da musculação feminina deve-se aos mitos de androgenização delas, ou seja, da aderência à características masculinas. Mas, isso é algo errado e “mentiroso”, até certo ponto. Leia mais sobre esse assunto: https://dicasdemusculacao.org/mulheres-treinam-pesado-podem-ficar-com-aparencia-masculina/

E por muitas pessoas (mulheres) acreditarem em mitos/mentiras com essas é que muitos erros continuam sendo executados até hoje. Por isso, neste artigo, iremos falar sobre os maiores erros cometidos por mulheres na musculação, acabando de vez com eles, para que você possa alcançar seus objetivos e o corpo dos sonhos.

#1- Cortar demais os carboidratos da dieta

Mulheres realmente tem o metabolismo mais lento do que os homens, de uma maneira geral. E suas disponibilidades energéticas devem ser diferentes e, a própria utilização dos nutrientes também, pois elas possuem necessidades específicas.

Diante disso, o grande medo de boa parte das mulheres é ganhar muita gordura corpórea. E, com isso, associam o consumo dos carboidratos, que muitas vezes são tidos como vilões da história, ao terror da gordura.

Acontece que os carboidratos podem sim ser formadores de gorduras, porém isso não quer dizer que eles necessariamente serão assim. Do contrário, se bem soubermos usá-los, certamente não temos com o que temer.

Os carboidratos, quando retirados quase que por completo, ou por completo na dieta, deixam de exercer funções fisiológicas relacionadas com a síntese de glicogênio, com a serotonina e com a sensação de bem-estar, fazem com que o metabolismo sofra uma significativa queda e prejudica a queima de gordura pela falta de AMPc no ciclo de Krebs.

Muitas mulheres, deixam de ter boa definição muscular e mesmo de ganhar massa muscular por conta desse corte abusivo de carboidratos na dieta.

Portanto, para bem usá-los, opte sempre por carboidratos complexos, opte por usá-los próximos aos momentos do treinamento e sempre, sempre, sempre dentro de suas necessidades nutricionais individuais. As quantidades influenciarão diretamente no bom, ou no mau, aproveitamento desse grupo de macronutrientes.

CONHEÇA >>> As Melhores Fontes de Carboidratos para Praticante de Musculação

#2- Florear demais a dieta

A industria do bem-estar é uma das industrias mais lucrativas do mundo, e claro que a intenção dele é para que continuem assim. Por isso, hoje em dia vemos tudo “fit”, “Fitness”, “lac free”, “glúten free” e etc etc etc. Não que isso seja besteira no geral, mas para quem ainda não conseguiu nem organizar o “grosso” da dieta, se preocupar com a “finesse”, não é uma estratégia muito bacana.

De uma maneira geral, mulheres tendem a enfeitar demais a dieta e buscar tudo da maneira mais alternativa. Não há nada mal nisso, mas isso dificulta a dieta, encarece, faz com que muitas vezes ela se torne inapropriada e, por fim, não permita com que você tenha bons resultados.

Não há nada mal em uma mulher comer arroz com carne as 9h da manhã ou comer ovos com aveia na primeira refeição. Não há nada mal se elas estiverem focadas em chegar onde desejam chegar. O alimento é algo sagrado e não tem porque você ter vergonha daquilo! Vergonha é querer algo e não correr atrás disso, se colocando em uma zona de conforto a qual nunca vai te levar a lugar algum.

Suponhamos que, por exemplo, uma mulher treine no período da tarde. Ela poderia estruturar sua dieta de maneira bastante simples da seguinte maneira:

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto da Growth Logo Growth Botão de Compra

Percebam como a dieta está simples, estruturada de maneira adequada e não requer muito tempo para ser preparada. A logística de preparo deve ser levada sempre em consideração, e quanto mais simples forem os alimentos e/ou as preparações, mais fácil será se inseri-la em seu dia-a-dia.

Veja que estamos usando sim alimentos com um valor relativamente alto (aliás, tudo está alto para o brasileiro!), mas que ainda são mais baratos do que essas “firulagens dietéticas” e com uma qualidade nutricional extremamente superior em todos os aspectos.

Portanto, esqueça de firulagens! Você pode ir muito além com o simples!

#3- Treinar pernas inúmeras vezes na semana

Treinar pernas é essencial, seja para homens, seja para mulheres. Porém, óbvio que o público feminino, por razões sociais, deseja ter membros inferiores ainda mais avantajados. E essa busca faz com que elas muitas vezes sobrecarreguem a região com os treinamentos, seja em volume ou seja em frequência. Grande parte das mulheres ainda, negligenciam o treinamento de membros superiores, agravando ainda mais o quadro.

Mas, vamos observar dois principais pontos:

Portanto, não há necessidade de treinar pernas mais do que duas vezes na semana (há mulheres que insistem em treinar três ou até quatro vezes na semana). Provavelmente se você consegue fazer isso, seu treino está submáximo e seus resultados não aparecerão.

LEIA >>> Quantas Vezes Devo Treinar Pernas na Semana?

#4- Treinar “de leve” porque acham que irão ficar musculosas demais

A chegada das mulheres na musculação, sofreu muito preconceito, pois tal prática era associada com músculos grandes e força bruta. Claro, é evidente que muitas mulheres entraram nesse meio com estes objetivos, o que também não as torna menos mulheres. O preconceito para com a prática deve-se a fatores sociais, pois a “mulher bela” é tido pela sociedade como uma mulher sem músculos marcados e volumosos.

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto Logo Growth Botão de Compra

Todavia, grande parte das mulheres não querem apresentar características androgênicas e, portanto, tem medo de praticar musculação pesada e ficarem fortes, com uma aparência masculina. Porém, isso é uma grande mentira!

Mulheres que treinam pesado não precisam ter o objetivo de ficarem musculosas. Para se ter realmente músculos salientes como você imagina são necessários outros recursos diretos, além de alimentação específica e treinamento específico.

Por mais que a mulher treine pesado, seus níveis naturais de testosterona não causarão uma androgenidade ou tampouco as deixará masculinas.

Se o seu treinamento é muito leve, não ocorrerão os processos de adaptação e o físico certamente será prejudicado com isso.

Assim, treine pesado sim! Use sempre boas quantidades de cargas que permitam que você execute os movimentos com perfeição.

#5- Fazer exercícios aeróbios demais

Os exercícios aeróbios são fundamentais. Seja para o caráter cardiovascular relacionado com a saúde, seja para perder gordura ou para melhorar funções metabólicas.

Muitas mulheres praticam exercícios cardiovasculares intensamente e frequentemente porque têm medo de ganhar peso, sendo sua tendência metabólica mais propícia para isso. Porém, apesar da importância que há em executar exercícios aeróbios, seus excessos são tão prejudiciais quanto as sua falta. Isso porque, os aeróbios estimulam catecolaminas e outros hormônios, tal qual o cortisol que são altamente catabólicos, apesar de também serem lipolíticos.

Portanto, é fundamental que o foco sejam os exercícios resistidos com pesos e, aeróbios, apenas coadjuvantes para melhorias extras. Além disso, é importante salientar que eles JAMAIS devem ser feitos antes do treinamento com pesos.

#6- Realizar exercícios isolados demais e negligenciar os básicos

Exercícios isolados sã bons? Sim, sem sombra de dúvidas são. Eles permitem a correção de assimetrias, permitem a correção de pontos específicos nos determinados grupamentos musculares entre outros.

Grande parte das mulheres utilizam esses exercícios para conseguir um shape bom. Porém, poucas delas conseguem justamente por esse motivo.

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto da Growth Logo Growth Botão de Compra

Se os exercícios isoladores tornam-se prioridade em seu treino, ele não terá a capacidade de construir massa magra o suficiente, pois é com exercícios compostos que se consegue uma solicitação maior em quantidades de fibras musculares, permitindo trabalhos mais intensos  e melhores resultados.

Assim, deixe um pouco de lado esses exercícios isolados e comece a usar exercícios como o agachamento livre, o levantamento Terra, o Stiff, passadas, desenvolvimentos, barra fixa, entre outros.

APRENDA MAIS >>> Exercícios Isolados ou Compostos? Qual Melhor para Praticante de Musculação?

#7- Excesso de treinamentos funcionais

As aulas funcionais vêm tomando um espaço o qual não passa de marketing. Com promessas de que pode trabalhar mais precisamente do que a musculação, essas aulas vem invadindo as academias de musculação, e entre as maiores praticantes estão justamente as mulheres.

Acreditando que seja melhor e mais “local” trabalhar os glúteos em uma aula localizada do que agachar profundamente e pesado, muitas delas começam a fazer mil dessas aulas, para perder gordura, trabalhar o abdômen, trabalhar os glúteos, melhorar o VO2 e por aí vai… Entretanto, qual o intuito de querer fazer uma coisa por vez sendo que se pode fazer tudo de uma só vez (praticando musculação)?

Não adianta querer isolar esse ou aquele músculo, pois na prática NÃO existe um músculo que se contraia isoladamente, ou seja, somente ele. Há cadeias musculares em todo o corpo e é mito achar que não fazemos “movimentos”, ao invés de “recrutar UM músculo”.

Certamente, há muitas aulas funcionais extremamente interessantes, como a do Core, que trabalha os grandes músculos estabilizadores do corpo e pode auxiliar na hora da prática da musculação, as de yoga que podem auxiliar no controle mental, no controle da respiração, na melhora da ansiedades, em alguns casos as de Pilates para auxiliar em problemas posturais, para doutrinar o corpo a ficar em uma postura mais adequada e etc. Porém, muitas delas não passam de “macaquices” e perda de tempo.

Se você realmente quer resultados na musculação, comece a focar no básico e deixe essas aulas de lado um pouco. Excesso de aulas “localizadas” podem não permitir a devida recuperação ao músculo, prejudicando o treinamento principal com pesos. Muitas vezes, por falta de tempo, pessoas costumam fazê-las imediatamente após o treino de musculação e/ou antes do treino de musculação, causando uma diminuição alta de glicogênio muscular e tendo um baixo rendimento com pesos.

Para fins de melhora no estresse, para fins de melhoras na qualidade de vida, não desprezemos essas aulas, mas para fins realmente estéticos, esqueça! Esse NÃO é o foco!

#8- Usar proteínas femininas de baixa qualidade

Pela grande quantidade de mulheres nas academias e nos esportes, a industria do bem-estar começou a fazer suplementos específicos para as mulheres, com o intuito de fazer com que elas comprassem mais suplementos alimentares.

Porém, como o entendimento das mulheres, ainda é menor do que dos homens quando se trata de musculação, nutrição e tudo mais (é menor pelo tempo que elas ganharam notoriedade no esporte e não por falta de capacidade), muitos dos suplementos femininos eram cheios de ingredientes de baixa qualidade.

Proteína de soja, misturada com colágeno e mais algum tipo de açúcar… Ou, quando muito, uma porção de whey protein com colágeno ou algo do tipo. Acontece que essas proteínas possuem um valor biológico muito baixo e não tem uma boa capacidade de sintetizar aminoácidos e aumentar o tamanho dos músculos.

Portanto, procure sempre usar boas fontes de proteínas quando advindas de suplementos e sempre olhe o rótulo antes! É fundamental que você não seja mais enganada com falsas promessas.

Conclusão:

Mulheres têm frequentado cada vez mais o cenário da musculação, seja em busca da boa forma, de melhorias para a saúde ou ainda, para ambos. Entretanto, muitos são os erros por elas ainda cometidos. Erros esses que prejudicam por completo seu desenvolvimento.

Por isso, anote bem os erros deste artigo e passe a não cometê-los mais, melhorando assim seus resultados e cada dia mais chegando mais próximo ao seu corpo ideal.

Bons Treinos!

>>> Leia este artigo no site original.

_
COMPRE DIRETO DA FABRICA!
Whey Protein 80% Concentrado
R$ 76,50
À vista (no boleto)
Produto Logo Growth Botão de Compra

Artigos Relacionados

Suplementos em Promoção

Receba mais artigos

Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas.

Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

Deixe o seu comentário!